Monday 19 November 2018
Home      All news      Contact us      English
portalangop - 11 days ago

Arábia Saudita promete à ONU investigação imparcial do caso Khashoggi

Genebra - A Arábia Saudita assegurou nesta segunda-feira na ONU que a investigação sobre o assassinato de Jamal Khashoggi será imparcial , após uma nova série de críticas internacionais., A promessa feita enquanto a situa o dos direitos humanos na Ar bia Saudita examinada na sede da ONU em Genebra, numa altura da crise gerada pelo assassinato do jornalista. Contudo, o chefe da delega o saudita, Bandar Al Aiban, presidente da Comiss o de Direitos Humanos, dedicou poucos minutos ao falecimento do cidad o Khashoggi , e assegurou que o seu pa s se comprometeu a conduzir uma investiga o imparcial e que todas as pessoas envolvidas neste crime ser o indiciadas . Esta Revis o Peri dica Universal (RPU), procedimento a que os membros das Na es Unidas devem se submeter a cada quatro anos, acontece ap s o assassinato de Khashoggi no consulado de seu pa s em Istambul, em 2 de Outubro, crime que gerou uma forte indigna o em todo o mundo. A Ar bia Saudita, um reino de maioria sunita, tamb m enfrenta o crescente descontentamento por parte do governo dos Estados Unidos, que pede o fim dos ataques a reos da coaliz o liderada por Riad no I men. A guerra no I men op e as for as pr -governo, apoiadas por Riad, aos rebeldes huthi apoiados pelo Ir o. A Ar bia Saudita foi repetidamente acusada de abusos que mataram centenas de civis, enquanto o I men sofre a pior crise humanit ria do mundo. Em mais de tr s anos, o conflito deixou cerca de dez mil mortos, segundo a ONU. Os Estados membros da ONU devem acabar com o seu sil ncio ensurdecedor diante da Ar bia Saudita e assumir seu dever, que o de vigiar cuidadosamente a crueldade no reino, para evitar outras viola es escandalosas dos direitos humanos no pa s e no I men , afirmou o director de campanhas da Amnistia Internacional no Oriente M dio, Samah Hadid, num comunicado. A lament vel morte de Jamal Khashoggi mostrou at onde as autoridades sauditas podem ir em sua repress o contra toda a oposi o pac fica, uma repress o que s se intensificou desde que Mohamed bin Salman se tornou o pr ncipe herdeiro , acrescenta o comunicado. A delega o saudita em Genebra liderada por Bandar al Aiban, presidente da Comiss o de Direitos Humanos, encarregado de expor os esfor os feitos por seu pa s para cumprir obriga es e compromissos de direitos humanos. Em seguida, est previsto um di logo entre a Ar bia Saudita e os pa ses participantes, que poder o emitir cr ticas e fazer recomenda es. Num relat rio publicado no final de Agosto, antes da reuni o sobre a Ar bia Saudita, o Alto Comissariado das Na es Unidas para os Direitos Humanos listou uma s rie de preocupa es, tais como leis discriminat rias contra as mulheres, viol ncia baseada em g nero ou pr ticas discriminat rias contra crian as e mulheres da comunidade xiita. A ONU tamb m lamentou a manuten o da pena de morte e o crescente n mero de execu es no pa s. O relat rio aponta a preocupa o com a lei de 2014 sobre o combate ao terrorismo, que d uma defini o extremamente ampla e permite criminalizar a express o pac fica de certos actos . ,

Related news

Latest News
Hashtags:   

Arábia

 | 

Saudita

 | 

promete

 | 

investigação

 | 

imparcial

 | 

Khashoggi

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources