Wednesday 19 December 2018
Home      All news      Contact us      English
portalangop - 1 month ago

Combates na cidade iemenita de Hodeida deixam mais de 100 mortos

Hodeidah, Iémen - Mais de 100 pessoas morreram nas últimas 24 horas nos combates na cidade portuária de Hodeida, oeste do Iémen, enquanto Washington e Londres aumentam a pressão sobre a Arábia Saudita para que a coligação liderada por este país interrompa os ataques, informou a AFP., Pelo menos 111 rebeldes, 32 combatentes pro-governo e sete civis morreram nas ltimas 24 horas em confrontos que tamb m atingiram bairros residenciais. Uma fonte militar admitiu que os rebeldes huthis, apoiados pelo Ir o, resistem ao avan o das for as governamentais, apoiadas pelos sauditas. Outra fonte da coliga o indicou que os huthis frearam uma ofensiva em direc o ao porto. Avi es da coaliz o bombardearam posi es rebeldes. V rios corpos carbonizados foram levados durante a noite para o hospital militar Al-Alfi, controlado pelos rebeldes desde 2014, informaram fontes do estabelecimento. Os huthis come aram a transportar seus feridos para a capital Sanaa, que tamb m est sob seu controle h quatro anos. Hodeida, cidade iemenita s margens do Mar Vermelho, tem import ncia estrat gica porque o ponto de entrada de 75 porcento das importa es e da ajuda humanit ria internacional que chega ao pa s em guerra. A ofensiva contra Hodeida, respaldada militarmente por Ar bia Saudita e Emirados A rabes Unidos, come ou em Junho, mas ganhou for a em Novembro. De acordo com fontes militares e m dicas, 460 rebeldes, 125 combatentes leais ao governo e sete civis morreram desde ent o. A Ar bia Saudita, muito criticada por seus repetidos erros nos bombardeios que deixaram centenas de v timas civis desde 2015, est enfraquecida desde o caso Jamal Khashoggi, o jornalista assassinado em 2 de Outubro no consulado saudita de Istambul. O secret rio de Estado americano, Mike Pompeo, e o ministro brit nico das Rela es Exteriores, Jeremy Hunt, afirmaram que chegou o momento de negociar o fim dos combates no I men. No domingo, durante uma conversa por telefone com o pr ncipe herdeiro saudita Mohamed Bin Salman, tamb m ministro da Defesa, Pompeo pediu explicitamente o fim das hostilidades no I men e que todas as partes negociem uma solu o pac fica do conflito . O governo americano, pressionado pelo Congresso, confirmou que a coaliz o saudita no I men ser respons vel pelo reabastecimento em voo de seus avi es, o que at agora era feito pelas for as dos Estados Unidos. Hunt citou o custo humano incalcul vel do conflito e defendeu a necessidade de uma solu o pol tica . O ministro brit nico favor vel a uma nova ac o do Conselho de Seguran a para apoiar os esfor os do mediador da ONU no I men, Martin Griffiths, que deseja organizar uma nova rodada de negocia es at o fim do ano. Situa o catastr fica -Os huthis posicionaram franco-atiradores nos telhados e espalharam minas para conter o avan o da ofensiva. Ao mesmo tempo, os avi es e helic pteros da coliga o bombardeiam regularmente suas posi es. O porto, na zona norte da cidade, permanece aberto e opera normalmente, de acordo com a direc o. Herv Verhoosel, porta-voz do Programa Mundial de Alimentos (PMA), afirmou que at o momento os combates n o afectaram as opera es, incluindo as reservas de mais 50.000 toneladas de trigo. O I men sofre a pior crise humanit ria do mundo, de acordo com a ONU, com 14 milh es de pessoas beira da fome. O secret rio-geral da ONU, Ant nio Guterres, advertiu que a eventual destrui o do porto poderia provocar uma situa o absolutamente catastr fica . As hostilidades devem cessar e, no momento, a coliga o parece determinada a conquistar Hodeida , lamentou Guterres numa entrevista a uma r dio francesa. ,

Related news

Latest News
Hashtags:   

Combates

 | 

cidade

 | 

iemenita

 | 

Hodeida

 | 

deixam

 | 

mortos

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources