Sunday 16 December 2018
Home      All news      Contact us      English
portalangop - 13 days ago

Directora-adjunta da FAO pede maior esforço para erradicar fome até 2030

Lisboa - A directora-adjunta da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), a cabo-verdiana Maria Helena Semedo, apelou hoje, em Lisboa, a esforço maior na erradicação da fome até 2030, lamentando os últimos dados divulgados pela instituição., Infelizmente, os ltimos dados n o s o t o promissores , referiu Maria Helena Semedo, em declara es Lusa margem de uma cerim nia em Lisboa, tendo acrescentado que a fome continua a aumentar , a n vel global.

A directora-adjunta da FAO referiu ainda que necess rio um esfor o maior no combate fome, mas tamb m uma integra o a n vel pol tico e intelectual para que em 2030 os objectivos (das Na es Unidas) de desenvolvimento dur veis possam ser atingidos .

Maria Helena Semedo recebeu hoje, no Audit rio Cam es, o grau de Doutora #39;Honoris Causa #39; pela Universidade Aberta, tornando-se na primeira mulher cabo-verdiana a ser agraciada com esta distin o acad mica.

As Na es Unidas consideram que alimentar um planeta faminto cada vez mais dif cil, porque as mudan as clim ticas e o esgotamento dos solos e outros recursos est o a enfraquecer os sistemas alimentares.

Um relat rio da FAO divulgado no dia 28 de Novembro diz que s o necess rias melhores pol ticas para alcan ar a fome zero , acrescentando que o aumento da popula o exige o fornecimento de alimentos mais nutritivos a pre os acess veis.

Mas, prossegue o documento, o aumento da produ o agr cola dif cil, tendo em conta o estado fr gil da base de recursos naturais , uma vez que os seres humanos ultrapassaram a capacidade de carga da Terra em termos de solos, gua e altera es clim ticas.

Cerca de 820 milh es de pessoas est o desnutridas, refere o relat rio, divulgado pela FAO e o Instituto Internacional de Pesquisas sobre Pol ticas Alimentares numa confer ncia global destinada a acelerar os esfor os para alcan ar a fome zero em todo o mundo.

A seguran a alimentar continua fraca para muitos milh es de pessoas que n o t m acesso a dietas acess veis e adequadamente nutritivas por uma variedade de raz es, sendo a mais comum a pobreza.

De acordo com o relat rio, a seguran a alimentar est igualmente amea ada por conflitos civis e outro tipo de disputas.

A FAO estima que a procura global por alimentos crescer 50 por cento entre 2013 e 2050. Os agricultores podem expandir o uso da terra para ajudar a compensar parte da diferen a, mas essa op o restrita em lugares como a A sia e o Pac fico e a urbaniza o est a consumir ainda mais terras do que aquelas que poderiam ter sido usadas para agricultura.

Aumentar a produ o agr cola al m dos n veis sustent veis pode causar danos permanentes aos ecossistemas, segundo o relat rio, que sublinha a eros o do solo, a polui o com cobertura de pl stico, os pesticidas e fertilizantes e a perda de biodiversidade.

De acordo com o documento, a China destr i 12 milh es de toneladas de sementes contaminadas por ano, com uma perda de quase 2,6 mil milh es de d lares. ,

Related news

Latest News
Hashtags:   

Directora

 | 

adjunta

 | 

maior

 | 

esforço

 | 

erradicar

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources