Wednesday 19 December 2018
Home      All news      Contact us      English
portalangop - 15 days ago

Sérgio Moro diz que assumiu risco pessoal ao aceitar a pasta da Justiça

Brasília - O futuro ministro da Justiça brasileiro, Sérgio Moro, reconheceu hoje que assumiu um risco pessoal ao aceitar o cargo proposto pelo Presidente eleito, Jair Bolsonaro, assegurando ainda que o próximo chefe de Estado não é de extrema-direita., Numa entrevista ag ncia Efe, durante uma breve visita a Madrid, Moro assegurou que n o queria passar toda a sua vida como o homem condenou pris o o ex-Presidente Luiz In cio Lula da Silva e recordou que a senten a foi confirmada e aumentada pelo tribunal de recurso.

Moro, que j tinha rejeitado em p blico a possibilidade de participar no mundo da pol tica, disse que aceitou a proposta de Bolsonaro para implementar uma agenda de combate corrup o, crime organizado e viol ncia.

O futuro respons vel pela pasta da Justi a disse que se v numa fun o predominantemente t cnica, e n o para fazer pol tica partid ria .

O ex-juiz federal, que teve de renunciar sua carreira de magistrado para aceder ao convite para integrar o futuro executivo do ex-capit o do ex rcito, afirmou n o ver Bolsonaro como um pol tico da extrema-direita, assegurando que muitas das cr ticas que lhe foram feitas foram declara es passadas retiradas do contexto .

O Presidente [eleito] um democrata s lido , declarou Moro, a prop sito de cr ticas a Bolsonaro e das preocupa es que gerou dentro e fora do Brasil, afirmando ainda: Nunca entraria num Governo que adoptasse pol ticas de discrimina o .

Moro rejeitou ainda as cr ticas de populismo contra Jair Bolsonaro, com o argumento de que o eixo da campanha eleitoral deste ltimo para as elei es de Outubro passado, nomeadamente a luta contra a corrup o e crime, n o populismo , mas sim algo que a sociedade brasileira exige.

O ex-juiz explicou que a elei o de Bolsonaro foi em parte uma consequ ncia do facto dos partidos pol ticos tradicionais n o atenderem a frustra o da popula o diante de casos de corrup o de propor es gigantescas , como a Petrobras, com subornos milion rios.

S rgio Moro, de 46 anos, recusa ver-se a si mesmo como um s mbolo ou que possa ser usado politicamente pelo Presidente eleito: Foi-me dada a oportunidade de implementar uma agenda anti-corrup o , afirmou Moro, limitando-se a explicar a posi o que come ar a exercer no in cio de 2019.

Admitiu, no entanto, que assume um risco pessoal ao aceitar a pasta, mas aceita-o como algo normal, considerando que todas as decis es di rias envolvem riscos pessoais de algum tipo.

O futuro titular da Justi a reconhece que ter que trabalhar em profundidade com o novo Congresso, muito fragmentado tal como os anteriores, para conseguir implementar os seus projectos legislativos.

Apesar dessa fragmenta o, o facto de haver um novo Congresso e um novo Presidente faz com que Moro confie que haver uma maior facilidade em aprovar os projectos legislativos que lhe dizem respeito.

,

Related news

Latest News
Hashtags:   

Sérgio

 | 

assumiu

 | 

risco

 | 

pessoal

 | 

aceitar

 | 

pasta

 | 

Justiça

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources