Friday 14 December 2018
Home      All news      Contact us      English
portalangop - 10 days ago

Sudão do Sul: ONU reclama justiça contra violação sexual maciça

Juba - O secretário-geral da ONU, António Guterres, denunciou segunda-feira, em comunicado as agressões sexuais cometidas recentemente por homens armados contra 150 mulheres ou adolescentes, no Sudão do Sul., Guterres que condenou de forma aquilo que considerou brutais ataques sexuais, pediu o julgamento dos culpados. N o obstante os compromissos dos dirigentes daquele pa s em cessar as hostilidades e de relan ar o plano de paz, a inseguran a contra os civis mant m-se catastr fica, nomeadamente para as mulheres e as adolescentes, acrescenta o comunicado. Nos ltimos 12 dias, mais de 150 mulheres e adolescentes pediram apoio, depois de serem violadas sexualmente em Bentiu, Sud o do Sul, refere um comunicado conjunto assinado por tr s respons veis da ONU, nomeadamente Henrietta Fore (UNICEF), Mark Lowcock (Assuntos humanit rios) e Natalia Kanem (FNUAP). Sexta-feira, a ONG M dicos Sem Fronteiras (MSF) afirmou que 125 mulheres e adolescentes foram violadas ou brutalizadas em 10 dias, quando procuram comida fornecida por organiza es internacionais na regi o de Bentiu (Norte). Algumas v timas tem 10 anos, outras estavam gr vidas ou tinham mais de 65 anos, precisou a ONG MSF. O Sud o do Sul mergulhou numa guerra civil, em Dezembro de 2013, quando o Presidente Salva Kiir, un Dinka, acusou Riek Machar, seu antigo vice-presidente da etnia nuer, de fomentar um golpe de Estado. Marcado por atrocidades com car cter tnico e com viola o como arma de guerra, causou mais de 380 mil mortos, segundo um estudo publicado recentemente, e deslocou mais de quatro milh es de sul sudaneses, seja, a fuga de um ter o da popula o. Guterres que condenou de forma aquilo que considerou brutais ataques sexuais, pediu o julgamento dos culpados. N o obstante os compromissos dos dirigentes daquele pa s em cessar as hostilidades e de relan ar o plano de paz, a inseguran a contra os civis mant m-se catastr fica, nomeadamente para as mulheres e as adolescentes, acrescenta o comunicado. Nos ltimos 12 dias, mais de 150 mulheres e adolescentes pediram apoio, depois de serem violadas sexualmente em Bentiu, Sud o do Sul, refere um comunicado conjunto assinado por tr s respons veis da ONU, nomeadamente Henrietta Fore (UNICEF), Mark Lowcock (Assuntos humanit rios) e Natalia Kanem (FNUAP). Sexta-feira, a ONG M dicos Sem Fronteiras (MSF) afirmou que 125 mulheres e adolescentes foram violadas ou brutalizadas em 10 dias, quando procuram comida fornecida por organiza es internacionais na regi o de Bentiu (Norte). Algumas v timas tem 10 anos, outras estavam gr vidas ou tinham mais de 65 anos, precisou a ONG MSF. O Sud o do Sul mergulhou numa guerra civil, em Dezembro de 2013, quando o Presidente Salva Kiir, un Dinka, acusou Riek Machar, seu antigo vice-presidente da etnia nuer, de fomentar um golpe de Estado. Marcado por atrocidades com car cter tnico e com viola o como arma de guerra, causou mais de 380 mil mortos, segundo um estudo publicado recentemente, e deslocou mais de quatro milh es de sul sudaneses, seja, a fuga de um ter o da popula o. ,

Related news

Latest News
Hashtags:   

Sudão

 | 

reclama

 | 

justiça

 | 

contra

 | 

violação

 | 

sexual

 | 

maciça

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources