Monday 9 December 2019
Home      All news      Contact us      English
portalangop - 23 days ago

Protestos em várias cidades do Irão contra aumento do preço da gasolina Teerão

Teerão - Vários protestos contra o aumento do preço da gasolina foram registados na noite de sexta-feira no Irão, informou hoje a agência de notícias oficial Irna. , As manifesta es foram significativas em Sirjan (centro), onde as pessoas atacaram um dep sito de g s na cidade e tentaram incendi -lo , segundo a Irna citado pela Lusa. Outros protestos ocorreram em Mashhad (norte), no sul de Ahvaz, Shiraz, Bandar Abbas e Birjand (leste), mas tamb m em Gachsaran, Abadan, Khoramshahr e Mahshahr, no sudoeste, com os manifestantes a chegarem a bloquear estradas. O Ir o, que vive uma grave crise econ mica, anunciou na sexta-feira o aumento em pelo menos 50% o pre o da gasolina para reformar o caro sistema de subven o dos combust veis e lutar contra o contrabando. No Ir o, um dos pa ses onde a gasolina mais subsidiada, o pre o do litro era at agora de 10.000 riais iranianos, menos de oito c ntimos de euro. Cada condutor com um cart o para abastecer passar a pagar 15.000 riais (11 c ntimos de euro) por litro at um m ximo de 60 litros por m s, indicou a Companhia Nacional Iraniana de Distribui o de Produtos Petrol feros num comunicado. Al m daquela quantidade, cada litro custar 30.000 riais (22 c ntimos de euro). Os referidos cart es foram introduzidos em 2007, numa anterior reforma do sistema de subven o dos combust veis, tendo sido progressivamente abandonados antes de serem reintroduzidos em 2018. As receitas da subida dos pre os destinam-se a subsidiar 60 milh es de iranianos com necessidades, declarou o respons vel pela Planifica o e Or amento, Mohammad Bagher Nobakht, citado pela Irna. Encorajado pelo baixo pre o, o consumo de combust vel elevado no Ir o, onde os 80 milh es de habitantes consomem em m dia 90 milh es de litros por dia. Os baixos pre os conduzem ainda a um contrabando elevado, que a Irna estima entre 10 e 20 milh es de litros por dia, sobretudo para o vizinho Paquist o onde o combust vel mais caro. O contrabando foi estimulado pela queda do rial no mercado cambial, ligada parte s san es econ micas restabelecidas a partir de meados de 2018 pelos Estados Unidos, ap s a sua retirada unilateral do acordo internacional sobre o arsenal nuclear iraniano de 2015. A infla o superior a 40% no Ir o e, segundo o Fundo Monet rio Internacional, a economia deve contrair-se 9% este ano, antes de registar um crescimento de 0% em 2020. ,

Related news

Latest News
Hashtags:   

Protestos

 | 

várias

 | 

cidades

 | 

contra

 | 

aumento

 | 

preço

 | 

gasolina

 | 

Teerão

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources