Wednesday 19 February 2020
Home      All news      Contact us      English
portalangop - 5 days ago

São Tomé e Príncipe corta subsídios sociais a doentes

Lisboa - São Tomé e Príncipe vai cortar os subsídios sociais aos doentes deslocados em Portugal há mais de dois anos, para incluir novos doentes na lista de apoios, informou hoje a embaixada são-tomense em Lisboa., De acordo com a embaixada, a actual situa o financeira do pa s n o tem permitido ao Estado o envio regular da verba destinada a acorrer s necessidades dos doentes transferidos para Portugal atrav s de juntas m dicas. A decis o vem na sequ ncia de uma reuni o do embaixador Ant nio Quintas com cerca de uma centena de doentes em 30 de Janeiro, na regi o de Lisboa, onde, segundo a embaixada, ficou clara a necessidade de incrementar um maior controlo na concess o de subs dios mediante a actualiza o permanente da lista de benefici rios . O objectivo actualizar a lista de doentes que beneficiam de subs dios sociais da embaixada, valores que variam entre os 40 e os 80 euros e se destinam a ajudar os doentes a custear despesas de transporte, medicamentos e por vezes alimenta o. No encontro com o embaixador, v rios doentes queixaram-se de atrasos no pagamento dos referidos apoios sociais por parte de S o Tom e Pr ncipe, tendo havido den ncias de casos de pessoas que j tiveram alta e continuam a receber os referidos subs dios. As novas atribui es de apoios passar o a ter em conta, entre outros aspectos, as doen as dos benefici rios, nomeadamente as situa es de di lise e oncologia, a situa o socioecon mica dos benefici rios e se estes t m trabalho remunerado. Haver ainda maior controlo na entrega dos valores, que ter o de ser recebidos pessoalmente pelos benefici rios com exig ncia de apresenta o dos documentos de identifica o. Poder ainda ser exigida aos doentes a apresenta o de relat rios m dicos no contexto da actualiza o da lista de benefici rios. Em declara es Lusa, na sequ ncia do encontro promovido pela embaixada, Ant nio Quintas classificou a situa o dos cerca de 2.600 doentes s o-tomenses em tratamentos em Portugal, a maioria a fazer hemodi lise e em tratamentos oncol gicos, como ca tica e reconheceu que, desde 2015, tem havido atrasos consider veis no pagamento dos subs dios. ,

Related news

Latest News
Hashtags:   

Príncipe

 | 

corta

 | 

subsídios

 | 

sociais

 | 

doentes

 | 
Most Popular (6 hours)

Most Popular (24 hours)

Most Popular (a week)

Sources